HOME QUEM SOMOS DICAS SERVIÇOS COMO DOAR PROJETOS DEPOIMENTOS FOTOS VÍDEOS MAPA CONTATO
Serviços
 
NO SETOR CLÍNICO E NA COZINHA
O serviço de nutrição tem uma grande importância para a Instituição APAE ITAJUBÁ, trazendo uma conduta nutricional cada vez mais eficaz, acompanhamento do estado nutricional, suprir a necessidade que cada aluno busca de acordo com a sua patologia ou necessidade nutricional, visando melhorar a qualidade de vida, promoção da saúde e prevenção de doenças dos alunos, bem como de suas famílias.
No setor da cozinha, o serviço de nutrição tem importância para a Instituição, com relação à alimentação que é oferecida como: armazenamento data de validade, qualidade, higiene do manipulador, do alimento e do ambiente. Um cardápio nutritivo e balanceado oferece uma vida saudável e melhora o rendimento e aporte nutricional dos alunos promovendo a saúde e o bem estar.
As funções do Nutricionista na Instituição APAE são: Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividade; planejar, organizar, administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição; efetuar controle higiênico-sanitário; participar de programas de educação nutricional.
 
PSICOPEDAGOGIA
Tem como definição o trabalho com a aprendizagem, com o conhecimento, sua aquisição, desenvolvimento e distorções, realizando seu trabalho através de processos e estratégias que levam em conta a individualidade do aprendente. È uma praxe, portanto, comprometida com a melhoria das boas condições de aprendizagem.
Ela nasceu da necessidade de uma melhor compreensão do processo de aprendizagem humana e assim estar resolvendo as dificuldades de aprendizagem.
O diagnóstico tem como objetivo, identificar as causas dos bloqueios que se apresentam nas pessoas com dificuldades de aprendizagem. Estes bloqueios se apresentam por meio de sintomas que podem se manifestar de diferentes maneiras: baixo rendimento escolar, agressividade, falta de concentração, agitação, etc.
 
PEDIATRIA
O papel do pediatra na APAE tem como um dos objetivos, atuarem de forma global no que se refere à saúde da criança, tanto no aspecto físico como social juntamente com a equipe multidisciplinar.
O atendimento ocorre, via de regra, por encaminhamento dos diversos profissionais, conforme o caso a ser tratado, desde a mais tenra idade.
Atua na avaliação do quadro clínico e evolutivo dos pacientes, fazendo as orientações médicas necessárias de acordo com sua especialidade quanto à patologia e o risco de recorrência, bem como, o controle e tratamento do paciente.
Cabe ao Pediatra acompanhar o paciente no seu desenvolvimento, sempre atento às necessidades e particularidades de sua patologia, dirigindo-o aos especialistas.
 
PSIQUIATRIA
A maioria das crianças da APAE, cerca de 70%, tem problemas neurológicos. Os outros 30% são atendidos pela psiquiatra Dra Norma Cavalcanti Coelho da Costa Barros. Nesse setor estão os casos de distúrbios de comportamento como agressividade, insônia e agitação psicomotora. Das crianças atendidas, aproximadamente 5% são tratadas com medicamentos.

A família da pessoa com deficiência, em especial as mães, sofrem muito com o preconceito. Por isso é desenvolvido um trabalho de acompanhamento com eles, no qual o profissional concentra sua atuação muito mais nas atividades preventivas.
 
ODONTOLOGIA
O paciente especial necessita de cuidados especiais por tempo indeterminado ou por parte de sua vida, e, seu tratamento Odontológico depende de eliminar ou de contornar as dificuldades existentes em função de uma limitação, seja na área emocional, intelectual ou social. O grau desta limitação é muito variável, desde o medo subjetivo até uma condição altamente incapacitante como a deficiência mental profunda (Guedess - Pinto, 1988).
O Setor de odontologia da APAE/ Itajubá objetiva, através de um enfoque preventivo e terapêutico reabilitar o paciente especial, possibilitando sua integração à sociedade. Para isso, são usadas atividades preventivas e clínicas, tanto aos pacientes, como aos seus responsáveis, pois acredita-se que a participação familiar é fundamental no processo da conquista e da manutenção da saúde.
 
TERAPIA OCUPACIONAL
A Terapia Ocupacional caracteriza-se por utilizar como instrumento de trabalho a atividade humana, no tratamento de disfunções físicas, psíquicas e sociais do individuo, visando o alcance de seu nível máximo de independência.
No setor de Terapia Ocupacional da APAE, a criança é submetida a uma avaliação para identificar o seu desempenho atual, potencialidades e dificuldades.
O Terapeuta Ocupacional (T.O) utiliza tecnologias e atividades diversas para promover a autonomia dos alunos com dificuldades de se integrarem na vida social devido aos seus problemas físicos, mentais ou emocionais.
Ela busca desenvolver no aluno a autoconfiança e o orienta quanto a seus direitos de cidadão.
Cria e faz avaliação de atividades físicas, prestando atendimentos individuais e grupais.
A ação prática do Terapeuta Ocupacional (T.O) na APAE por meio de atividades selecionadas envolve a promoção e estímulos das atividades relacionadas ao auto cuidado do aluno (atividades da vida diária, senso perceptivo, lúdicas, de aspecto afetivo e social).
 
FONOAUDIOLOGIA
Em média são atendidas 400 crianças por mês no Setor de Fonoaudióloga. É feito o trabalho na Cabine Audiométrica, através do Audiômetro Interacoustic, fazendo atendimento industrial, realiza também, além da Audiometria os exames de: Imitanciometria, Emissões Oto acústicas e Bera. Através de aparelhos próprios, com certificado de calibração anual.

Especificamente com as crianças é desenvolvido um trabalho de terapia fonoaudiológica, em que são detectadas e desenvolvidas as áreas de linguagem, mastigação e sucção.

A fonoaudióloga, portanto, não é dirigida apenas à deficiência na fala, ela abrange todos os aspectos que envolvem os movimentos da face, boca, cordas vocais.

Quando apresentada à APAE, a criança passa por uma avaliação para detectar sua necessidade ou não de serviços fonoaudiológicos. São utilizados equipamentos como o pró-fono, e brinquedos pedagógicos que estimulam os sentidos. O trabalho de estimulação da linguagem é considerado de longo prazo, contínuo e repetitivo. Por isso, os pais participam da aprendizagem do filho (a), assimilam as técnicas com os profissionais e aplicam o ensinamento durante o período que convivem com ele (a) em casa.
A participação dos pais e a continuidade da aplicação das técnicas e de postura no ambiente da criança são condições apontadas pela APAE como fatores fundamentais para o processo de desenvolvimento da comunicação e do progresso na criança. Até as crianças recém-nascidas são atendidas pela instituição, no caso de diagnóstico de deficiências na linguagem, detectadas através da ausência de movimentos de sucção.

ATENÇÃO!
Quaisquer indícios de paralisia cerebral, Síndrome de Down ou rubéola, desenvolvidas pela mãe durante a gravidez, são motivos para se contatar a APAE o quanto antes, evitando a instalação de males irreversíveis no bebê.
 
FISIOTERAPIA
O aspecto mais importante na fisioterapia é o equilíbrio do tronco, e a técnica mais utilizada para atingi-lo é baseada nos movimentos da equitação.

A APAE possui equipamentos que simulam esses movimentos de equitação por meio de exercícios elaborados pela técnica Bobath. Antes de iniciar qualquer técnica fisioterápica existe a necessidade de analisar o diagnóstico médico, que aponta a tipologia muscular da criança. Além dos exercícios físicos e alongamento, a técnica Bobath inclui bolas que oferecem facilidades para estimular nas crianças os atos de engatinhar, andar e aprender a se defender de quedas utilizando as mãos. Grande parte delas caem com o rosto no chão por não saberem usar as mãos como meio de defesa. O método também utiliza colchonetes, barras paralelas e várias atividades em frente ao espelho.
 
PEDAGOGIA
O objeto de estudo do pedagogo e da pedagogia é a EDUCAÇÃO, o Processo Ensino e Aprendizagem, a ação cultural do educador em intervir e/ou de transmitir tecnicamente "o conhecimento", de forma sedutora, significativa e em comunhão com a realidade social, o perfil e a história de vida do educando, o conhecimento e a informação e a dimensão cognitiva do educando ao perceber, aprender, apreender e se apropriar de forma crítico-reflexiva do conhecimento e das informações transmitidas pela percepção pessoal de observador ou de sujeito da intervenção formativo-educativa da qual foi sujeito, a sua acomodação junto aos conhecimentos anteriormente existentes e sua capacidade de aplica-los à realidade social vivido-compartilhada enquanto ser social e cidadão. Logo, o sujeito da Pedagogia é o ser humano enquanto educando.
 
PSICOLOGIA
O Setor de Psicologia tem como objetivo geral à promoção da pessoa com deficiência física, intelectual e múltipla desenvolvendo seus aspectos emocionais, sócio-afetivos e intelectuais para uma integração no seu sentido amplo - com o meio social. Para tanto, o setor dispõe de varias formas de atuação que envolve não só o aprendiz, mas também os que atuam diretamente com ele.
Orientações aos pais, irmãos e familiares no geral, são oferecidas sistematicamente de forma individual ou grupal.
O setor de psicologia, em parceria com a pedagogia e com a reabilitação, discute as possibilidades e limitações do aprendiz e a melhor forma de estímulo educacional e pessoal, tendo como referencia os instrumentos de avaliação utilizados, numa abordagem orientativa.
Os atendimentos são de base clínica/educacional e podem ocorrer de forma individual e/ou grupal de acordo com as necessidades evidenciadas.
Dessa forma o setor de psicologia trabalha para a integridade da pessoa deficiente mental, promovendo a aceitação das diferenças e assegurando sua cidadania.
 
NEUROPEDIATRIA
Na APAE, a neuropediatria é fundamental para o esclarecimento do diagnóstico, pois as crianças são, na maioria das vezes, acometidas por afecções neurológicas. Essas doenças afetam, em graus variáveis, a coordenação motora ou a parte cognitiva (intelectual), ou ambas. Segundo especialistas, existem casos em que não é preciso nenhum exame complementar para ter o diagnóstico da criança, basta saber sua história e fazer o exame físico. Os exames complementares ajudam o profissional a esclarecer a situação clínica do paciente, como o aparelho digital de eletroencefalograma e mapeamento que auxilia, principalmente, no caso das crianças epiléticas.

Já na fase do acompanhamento, a neuropediatria também atende as intercorrências clínicas que a criança pode vir a ter: convulsões, dores de cabeça, tonturas e outros problemas médicos. Os pais são orientados a procurar um recurso ao menor sinal de crise convulsiva do paciente. A principal frustação é da família que, dependendo de sua situação social, no começo ou durante o tratamento, cria uma expectativa grande quanto à solução do problema.

Apoio incansável da EMPRESA NEUROTEC
Com o aparelho doado pela nossa querida Maria Luiza e Dr. Luiz Calixto Balestrassi da Neurotec (Vindo da PMI) realizamos hoje com grande eficiência e qualidade os exames de eletroencefalograma e mapeamento cerebral , sob a responsabilidade dos colaboradores neurologistas: Dra. Maria Elisabete Carvalho Rodrigues, Dra. Érika Silva Viana e Dr. José Otávio Fernandes.
Essa empresa é uma grande colaboradora na área com a doação de "Eletrodos".
Agradecemos e desejamos felicidades à Empresa Neurotec.
 
ASSISTÊNCIA SOCIAL
O Setor de Assistência Social tem como objetivo, orientar as famílias em defesa de seus direitos, realizar visitas domiciliares e visitas hospitalares, orientação pessoal quando solicitada e ou necessária, encaminhamento aos recursos da comunidade e ação conjunta com outras políticas públicas.

O Assistente Social atua nas expressões da questão social, formulando e implementando propostas de intervenção para seu enfrentamento, com capacidade de promover o exercício pleno da cidadania e a inserção criativa e propositiva dos usuários do Serviço Social no conjunto das relações sociais e no mercado de trabalho. Atua também no campo das políticas publicas com o objetivo de viabilizar o acesso da população à saúde, a educação, à previdência social, à habitação e à assistência social.
 
 
 
Doe agora mesmo !
 
Para doar R$ 30,00
 
Para doar R$ 50,00
 
Para doar R$ 100,00
 
Seja Doador Mensal (+Mais)
 
Nome Completo
CPF
Endereço
Número Complemento
Bairro
Cidade Estado
CEP DDD + Telefone
Email
Minha doação mensal é
Quero receber o boleto
Vencimento para todo
 
Após o cadastro entramos em contato.
 
 
Faça sua Doação !
 
Links Úteis
 
Redes Sociais
     
 
 
Rua Florival Xavier, N° 44 - Centro
Itajubá/MG - Cep 37.500-002 - Caixa Postal 37.500-970
Tel: (35) 3622-0917 / Fax: (35) 3622-5274
atendimento@apaeitajuba.com.br
apaeitajuba@yahoo.com.br
apaeitajuba@gmail.com
 
 
 
Alguns de nossos Parceiros, Doadores, Colaboradores e Amigos
 
Copyright© APAE Itajubá 2018 - Todos direitos reservados